3 de dez de 2007

DOIS PESOS PESADOS DO ATEÍSMO


MICHEL ONFRAY - TRATADO DE ATEOLOGIA (Martins Fontes) - na Europa e RICHARD DAWKINS - DEUS, UM DELÍRIO (Companhia das Letras) - nos Estados Unidos e Europa têm tratado as religiões como uma doença da humanidade, que provoca apenas o atraso e o obscurantismo, além de infringir aos religiosos uma vida cheia de complexos, privações, preconceitos e pecados, tornando suas existências um fardo tão pesado, que muitos já estão até pondo em dúvida se vale tanto sacrifício por um reino que nem mais sabem se existe!

ONFRAIS é jornalista e escritor e DAWKINS é zoólogo da linha evolucionista de Darwin.
São dois livros fortes, contundentes em relação às crenças religiosas, tendo o monoteísmo como principal alvo de suas críticas.
Ambos tem uma linguagem muito direta, de certa forma impositiva, com baixíssimo nível de tolerância para com dogmas e os absurdos que consideram as escritas bíblicas e alcorâmicas.
Precisa ser lido com atenção e pouco agradará a um religioso muito convicto.
Aos ateus, agnósticos e céticos, é uma leitura obrigatória, tal a seriedade e profundidade com que analisam as péssimas conseqüências dos dogmas e mandamentos divinos para a evolução da ciência e principalmente da medicina e da genética.

Um comentário:

Mazzei disse...

Por que você tirou o livro do Garry Wills?