9 de abr de 2008

INSTRUMENTS THAT HELPED TO PROJECT THE WORLD

INSTRUMENTOS QUE AJUDARAM A PROJETAR O MUNDO

NOWDAYS, THESE INSTRUMENTS ARE THINGS OF MUSEUM!

ATUALMENTE, ESTES INSTRUMENTOS SÃO COISAS DE MUSEU!

-
MY OLDER SET OF KERN COMPASS, MADE IN SWITZERLAND

MEU MAIS ANTIGO ESTOJO DE COMPASSO KERN, FABRICADO NA SUIÇA
--

MY LAST SET OF KERN COMPASS

MEU ÚLTIMO JOGO DE COMPASSO KERN

--

MARS STAEDTLER COMPASS, MADE IN GERMANY
HIGHT PRECISION COMPASS! BUT OUT OF USE!


COMPASSO MARS STAEDTLER, FEITO NA ALEMANHA
COMPASSO DE ALTA PRECISÃO! MAS FORA DE USO!

--




INSTRUMENTS FOR INK DRAFTS!

INSTRUMENTOS DE TRAÇADO A TINTA
--

HOW TO SHARPEN THE GRAPHITE!

COMO APONTAR O GRAFITE!
--
----


THIS COMPASS IS CALLED DANCER!

ESTE COMPASSO SE CHAMA BAILARINO!
--

THE BOOK IS GRAPHIC SCIENCE, BY FRENCH and VIERCK
ALL BRASILIAN ENGINEERS, GRADUATED BEFORE 1970, KNOW THIS BOOK
BELOW IS THE FAMOUS SLIDE RULE FOR MATHEMATICAL CALCULATION!
WE USED SO MUCH! THERE WAS'NT COMPUTER YET!

O LIVRO É CIÊNCIA GRÁFICA DE FRENCH E VIERCK
TODOS OS ENGENHEIROS BRASILEIROS, FORMADOS ANTES DE 1970, CONHECEM ESSE LIVRO
ABAIXO A FAMOSA RÉGUA DE CÁLCULO!
NÓS A USAMOS MUITO! NÃO HAVIA COMPUTADORES AINDA!

--


LOOK HOW IT'S EASY TO USE: 4 x 15 = ?
IN THE LEFT PICTURE WE SEE THE ORIGIN OF MOVEL SCALE (1) ALIGNED WITH 15 (5)!
NOW, LOOK THE RIGHT PICTURE! THEN, MOVE THE CURSOR AT 4 IN MOVEL SCALE, OK!
THEN, 6 IS ALIGNED WHITH 4, THE RESULT IS 60,
BUT THE SLIDE RULE CAN'T SHOW THE ZERO?!?!?

VEJA COMO É FÁCIL USAR: 4x15 = ?
NA FIGURA DA ESQUERDA VEJA A ORIGEM DA ESCALA MÓVEL (1), ALINHADA COM 15 (5)
AGORA, VEJA A FIGURA DA DIREITA! ENTÃO, MOVA O CURSOR ATÉ 4 NA ESCALA MÓVEL, OK!
ENTÃO, 6 ESTÁ ALINHADO COM 4, O RESULTADO É 60,
MAS A RÉGUA DE CÁLCULO NÃO MOSTRA O ZERO?!?!?

42 comentários:

Old Wom Tigley disse...

A great set of pictures of a greater set of tools.
I recall many of these tool and there uses from school. I enjoy Technical drawing back then.. but I always lost marks for smudging my work. That was partly to do with being left-handed.

Fantastic Post :O)
Tom

A. João Soares disse...

Um bom post histórico, com ferramentas que hoje não serão do conhecimento de muitos estudantes. Não guardei os meus instrumentos escolares, mas há pouco ainda tive nas mãos uma régua de cálculo e uma tabela de logarítmos.
Coisas do passado, em que a informática não existia e tudo dava muito trabalho, mas ensinava a raciocinar e ser metódico.
Parabéns pelo museu.

Abraço
A. João Soares

quintarantino disse...

Recordo-me perfeitamente dos KERN e dos STAEDTLER ... eram peças precisas, sólidas ... nada como os compassos que agora por aí andam ao preço da chuva e que não valem nada.

O tira-linhas, no entanto, sempre foi meu grande inimigo ... era um desespero quando, depois daqueles verdadeiros bailados para desenhar espirais, elipses e quejandos aquilo ficava tudo borratado!

Até ao dia em que, abençoados sejam, descubri as canetas de tinta da China da ROTRING.

Bem pensado este post.

Bill disse...

Santilli, números nunca foram o meu forte, mas eu podia jurar que os compassos ainda serviam muito, nos dias atuais! Que coisa! Os computadores tomaram mesmo conta de tudo!
Grande abraço!!

Maria Augusta disse...

Luiz, este teu post me transportou aos meus velhos tempos de Poli! Eu tinha este compasso Kern, a régua T, mas na minha época já existiam as calculadoras e não aprendi a usar a régua de cálculo. Nunca fui muito forte em desenho técnico, lembro de ter passado muitos domingos debruçada naquelas pranchas para fazê-lo. Optei por engenharia química, logo o desenho técnico não me fez muita falta.
Um grande abraço.

Eduardo P.L. disse...

Linda postagem. Inteligente, sensível, e util. A moçada não conhece mais nada disso!

Forte abraço,

Marcos Santos disse...

Show de bola Engenheiro!

O meu "FRENCH E VIERCK" já comprei no "sebo". Meus Kern, Staedtler,Rotring e meus livros, doei para meu sobrinho, que também (coitado) está fazendo engenharia na UERJ.
Mas seu post me deixou com saudades de um tempo muito bom.

Abraços sem "letrinhas"

SandyCarlson disse...

Beautiful sequence. Ah, the art of navigation. Thanks for the tour. You obviously know how to use these wonderful things.

disse...

Luis, a própria hora da saudades,quase me vejo de uniforme indo para o Dante em primeiro dia de aula com minha mala que tinha sido cuidadosamente arrumada com cadernos encapados e com o meu "mágico" jogo de compassos Kern que meu pai tinha acabado de me dar...me lembro de ficar com a caixinha aberta a namorar as peças.Bons tempos ...parece mentira que faz tão pouco tempo...do tanto que tudo mudou...
Sempre uma viagem estas tuas incursões no passado....parabéns Beijos.

Eduardo P.L. disse...

Santilli,

quase chorei de emoção lembrando desses tempos que a Vi contou aí! E o pior que eramos contemporâneos....e eu não sabia!!!

Vou fazer como você, mas não conta pra ninguém, que pega mau na blogosfera, mas como sei que não tem tempo para visitar o Drops ( pura perda de tempo! Concordo) , fiz uma brincadeira com o amigo! Por que hoje é QUINTA e lá também se faz Vítimas!

Forte abraço,

~C;-))

fishing guy disse...

Luis: Just beautiful, that does bring back the memories of my early engineering days. Here is a funny thing, I was never a good drafter. I could do the engineering fine but printing and drawing was hard for me. I could make a layout for the drafter but they made the great drawing from the layout. I now make beautiful drawings with the computer. My printing is super and my lines, circles and ovals are perfect.
I loved my sliderule and have also kept mine, it turnes 45 this year.
I haven't used it much since college.

Só- Poesias e outros itens disse...

Isso que pode se chamar de uma postagem de um mestre professor!!!
Adorei.

bjs.

JU Gioli

Laerte Pupo disse...

Mestre e colega Luiz

Muito boa esta sua postagem.

Você esqueceu da regua "T".Se por acaso você não tenha uma para fotografar, estou enviando por e-mail uma fota da que sobrou aqui em casa.

mazzei disse...

O tempo passa tão rapidamente que parece que foi ontem que usavamos essas ferramentas. São recordações de um periodo maravilhoso de nossas vidas que lembro com saudades, recordar é viver.
Não consigo imaginar aonde vamos chegar daqui a 10 anos.

Abraços

Daniel J Santos disse...

Excelente momento, excelente post.

Acho que hoje me dia, com esta nova tecnologia, se perdeu um pouco do fascínio de usar todos esses instrumentos.

Denise BC disse...

Ah! Luiz
Recordar é viver...
Mas foi magnífica essa séria dos instrumentos profissionais.
Foi um tempo muito bom para mim, sou formada desde 1986,perdia mnoites inteiras desenhando e criando projetos com meus colegas de faculdade.
Como gosto de desenhos feitos a mão! Os projetos confeccionados no CAD podem ter mais recursos e rapidez na elaboração, mas não possuem a mesma emoção.Mas o fato é que precisamos evoluir e acompanharmos os avanços tecnológicos. Boa blogada!

Denise BC

PS: Estou construindo um blogue de fotos,e aberta a sugestões.

chicoelho disse...

Luiz
Muito bom poder recordar um passado que não esta tão distante assim,bela postagem.
Agora como eng: vc poderia melhorar a armadilha para dengue que postei no meu blog.aceito sugestões.

Saudades Abç

Carol disse...

Sinceramente, acho que o meu compasso foi do meu irmão e, se ele se lembra da marca, então é porque era um desses. Mas trabalhos de tinta era com compasso, já não tive esses privilégios das canetinhas da Rotring!

Maurício Ramos disse...

Santillao

Até hoje ainda tenho meu jogo de compasso Kern, minha regua de cálculo, e minha lapiseira com apontador como mostrqda na sua foto.
A regua T, a qual o Pupo se referiu, ainda está em uso!!!Está em nossa antiga Empresa, sendo usada para o corte de placas e adesivos.
Muito bom recordar estes bons tempos. Os instrumentos se perdem, mas fica a memória bem guardadade um período muito feliz de nossas vidas.
Abraços
Mauricio francp

Craver Vii disse...

Sharp set. Fine details. It's a picture of precision in more ways than one. For some reason, the camera I now use is harder to manually focus than any other I've used before... and I have perfect vision!!

Pitanga Doce! disse...

Adorei o post...as fotos são maravilhosas. Não tenho, mas gostei!

Boa SEmana

SILÊNCIO CULPADO disse...

Santilli
Este post é encantador. Encantador pela sensibilidade que revela, pelo espírito metódico que apresenta e pelas recordações dum passado longínquo em que estas peças eram fulcrais nos nossos estudos e aprendizagens.
O tira-linhas era o meu terror fosse ele para usar com a régua e o esquadro ou para colocar no compasso. Muitos trabalhos estragados e muita lágrima vertida por causa desses malandros.Já não conservo essas relíquias.
Um abraço

Paula disse...

Paps!!!

Excelente este post. Como tantos outros que aqui já registraram seu comentário, este post também me fez voltar no tempo. Este ano, completo 10 anos de formada - Engenheira Mecânica pela Universidade Mackenzie. Éramos apenas 2 moças em uma turma de quase 80 alunos. E considero os anos de 93 a 98 como excelentes anos vividos intensamente a base de muitos cálculos e cerveja na Rua Maria Antônia. Ainda tenho minhas ferramentas: meu jogo de compassos Kern (mais recente que este mostrado no post), os esquadros e curvas francesas, os gabaritos, normógrafos, aranha e canetas Rotring para os trabalhos em nanquim. E quantas foram as noites perdidas (e as dores nas costas) para os trabalhos de Elementos de Máquinas, Projetos de Transportadores de Correias... que saudade!!! Ainda guardo meu tubo com alguns desenhos em papel vegetal. A régua T e a prancheta de projetos ficaram na casa dos meus pais.
Sou uma engenheira da época da calculadora HP48S. Mas tenho duas réguas de cálculo, herdadas de meu avô. Ele me ensinou a multiplicar e somar pelas réguas, mas depois de alguns anos, já não me recordo as operações...
Um post emocionante, que remete aos bons (e inconseqüentes) tempos da faculdade! Muito bom rever este filme!

Beijos,
Paula

Silvia Madureira disse...

Olá:

Alguns instrumentos eu conheço...outros não. Mas de certeza que eram rigorosos porque as pessoas que conheço que os usavam (não descurando as de actualmente) têm muito rigor e amor aquilo que fazem e concebem.
Apenas tenho que parabenizar pela excelente ideia de criar este post. É bom denotar a evolução...é bom guardar o que é bom de guardar.

beijo

Marcelo disse...

Pai, muito bom seu post! Como disse a Vi, também me lembro de meu primeiro dia no Dante com estes compassos Kern. Todos colegas de classe ao redor de minha mesa perguntando como se usava tudo aquilo... Bons tempos...
Beijo,

Liliane de Paula disse...

Sofri muito Luiz quando precisei usar alguns desses materias que vc precisava pq ia fazer engenharia e eu não, pq ia fazer medicina. Odiava régua de cálculo.
Liliane

dot disse...

What a nice collection of tools you have!

Apenas "eu" Luis felipe ! disse...

Santilli, gostei das imagens
e esses compassos me fizeram lembra das minhas aulas de desenho geometrico da 8 serie!!
valeu
abraço

Darwin disse...

Santilli,
Isso tudo me fez lembrar as saudosas aulas na FEI e o não tão saudoso transtorno pra carregar tudo isso dentro do ônibus lotado !
Abraço,
Darwin

Darwin disse...

Santilli,
Isso tudo me fez lembrar as saudosas aulas na FEI e o não tão saudoso transtorno pra carregar tudo isso dentro do ônibus lotado !
Abraço,
Darwin

Jussara Gehrke disse...

nossa! conheço tudo isso e não sou engenheira, mas convivi com isso!
na infancia lembro-me do escritorio do meu tio; fui casada com um engenheiro e hoje tenho um namorido engenheiro.
tudo lindo, os insgtrumentos, o cuidado de colecionador e as fotos, maravilhoso post Luiz, parabéns!

beijos
Juju

Jussara Gehrke disse...

Dia 22 de Abril é o Dia da Terra. Precisamos rever e refletir sobre as nossas ações. Blogagem coletiva no dia 21, participe e divulgue.
Lá no meu blog tem links, faça sua parte.

Juju

Pereira disse...

Santilli
Este teu post me trouxe muitas recordações. Infelizmente, de todo o material que você mostra , e guarda, só tenho a regua de cálculo. Me perguntei porquê, e a desculpa veio pelo fato de dois filhos serem engenheiros, e talvez usado e levado.

luiz.ramosforest disse...

Quanta informação.
Quanto conhecimento preservado.
Parabéns.

Carlos disse...

Amigo Luiz
Penso que tais peças (muito bonitas) são peças de museu enquanto houver electricidade em abundância, para fazer um circulo perfeito na areia da praia precisaremos dum centro, (ponto de apoio do "Kern" ou dedo e dum braço (raio) que até, pode ser um cordel.
Tenho minha régua de cálculo que já é mais lenta que minha "memória" da tabuada pelo menos nas quatro operações fundamentais.

Suas fotos são historicamente maravilhosas e visualmente lindas.
Obrigado

Um abraço e bom fim-de-semana.
Carlos Rebola

Neva disse...

Quite a nice piece of history....I imagine not too many know what a slide ruler is much less how to work one! nice post.

Mário Relvas disse...

Olá amigo Santilli,

fez-me regressar ao passado. O meu pai era o agente destas marcas em Moçambique, na papaleria "Casa Spanos".

Que saudades dos meus estojos Kern. Das minhas canetas de tinta da china.Tinha várias, para várias cores.Na realidade era mais dado para as letras, mas recordo com muita saudade as ciências, mas sobretudo esta postagem recordou-me momentos felizes em África.

Obrigado e um abraço

Anônimo disse...

Estimado Santilli:

Você bem sabe o quanto valorizo as coisas do passado.
Assim, apreciei muito as encantadoras recordações despertadas pelas suas fotos.
Não devemos nos esquecer de onde viemos, embora de um passado tão remoto e tão próximo ao mesmo tempo !
Abração do Rady.

Sonia Regly disse...

Parabéns, esse Blog exala cultura e boa informação!!! Voltarei outras vezes. Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras, sua visita me dará muita alegria.
www.compartilhandoasletras.blogspot.com

Eduardo Prado disse...

...gente! quanta velharia, não falo dos instrumentos, mas sim dos alunos que usaram os mesmos.
Sou mais moderno... Tenho um divisor de escala da Kern, ainda novo; uma régua de cálculo; um pantógrafo de madeira; jogo de penas "Graphos"; Nanquim "Faber Castell"; Estojo de réguas "Leroy II"; luminária "Dyna-Lume" com controles de foco e emissão; um coordenatógrafo "Wild" (marca pontos na escala, com distância e angulo de duas retas). Como éramos bons naquilo, hoje o "Photoshop" corrige tudo... e eu corrigia com borrachas de areia "Pelikan PEN50” e as “Rubkleen” verdes os desenhos riscados com minas “Goldfaber”.
...tu és velho !?

Eli disse...

Bela postagem!
saberia dizer se os Compassos da Kern deixaram de ser fabricados?

Anônimo disse...

Sensacional ... usei no curso de desenho arquitetônico (1976) escola PRO-TEC, caneta nanquin era GRaphos Rotring tira-linhas , papel vegetal, papel manteiga, benzina, lixa para grafite ..... bons tempos! Compasso Kern e tudo + guardado.

monteazul@ig.com.br