5 de jan de 2008

A CATEDRAL METROPOLITANA DE SÃO PAULO

A Catedral Metropolitana de São Paulo foi projetada por Maximilian Emil Hehl, professor de Arquitetura da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.
O início da construção deu-se em 1913, e durou 40 anos.
Em estilo é neo-gótico, ela tem 111 metros de comprimento e 46 metros de largura. Suas torres alcançam cerca de 100 metros de altura cada uma. A Catedral tem capacidade para receber até 8.000 pessoas.
Situa-se no centro da cidade em frente ao marco zero, origem da contagem das distâncias para todo o Estado de São Paulo. Passa pela Catedral a linha imaginária do Trópico de Capricórnio.
Localiza-se na Praça da Sé, em cujo subsolo está a maior estação do metrô da cidade.
Para se chegar à amplidão dessa praça foi feita a junção da Praça da Sé com a Praça Clovis Bevilaqua, implodindo-se vários prédios que as separavam, incluindo-se o Edifício Mendes Caldeira, com 30 pavimentos.

Pelos veículos se pode fazer uma estimativa da data: em torno de 1925. A Cadetral estava ainda pouco além das fundações. Veja à esquerda, alguns dos edifícios que viriam a ser implodidos! A construção foi demorada, pois sempre houve falta de dinheiro para terminar a obra, reclamavam os Bispos!

Esta era a visão da Praça da Sé por volta de 1948. Reparem nos edifícios à esquerda, que seriam anos mais tarde implodidos. São de arquitetura classica, estilo francês, mercê da grande influência dos professores da Universidade de Paris que, no início do séulo XX, vieram colaborar com a implantação dos cursos de Arquitetura e Engenharia Civil da Universidade de São Paulo, tendo muitos deles se radicado por aqui. Em minha opinião, foi uma perda irreparável ao nosso patrimônio arquitetônico a destruição destes edifícios, apenas para que a Sé ficasse mais arejada!

Implosão do Edifício Mendes Caldeira em 16 de novembro de 1975. Vejam a Catedral à direita. Os demais edifícios citados acima já haviam sido derrubados.

Fotos de PITU 2020 - Retrospectiva dos Transportes

38 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Muito boa postagem. Que saudade desse centro que há muito não visito!
Para se gostar de São Paulo basta morar sete anos em Imbituba!

(;-))

PUPO disse...

Você tem razão com relação às implosões dos prédios da Praça da Sé. Não me conformo com o edificio que construiram no largo do Café no inicio da Rua Direita. Acabarm com o largo.Este sim deveria ser implodido.

Andréa disse...

Nada a ver com esse post, mas fazendo uma sugestão: faz um post sobre a tal frigideira de titânio. Vc colocou no meu blog e eu nunca tinha ouvido falar que era boa assim.
Bjs
Andréa

Andréa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
quintarantino disse...

Enorme... belíssima ... mas, Santilli, olhe que a igreja aqui da minha terra (e nós aqui só somos uns 10.000 pecadores) demorou quase tanto. Mas entre nós foi por questões de dinheiro e mudanças ao projecto.
E as fotos a preto e branco ajudam a entender o enquadramento da catedral.

Jussara Gehrke disse...

nossa!...dá tanta saudade de São Paulo... essas suas fotos me fizeram lembrar dos bondes, das árvores no centro, da tranquilidade que era passear com minha avó pela Praça Patriarca, Rua Direita...
quase não vou ao centro, a pé, como faziamos até os anos 70, acho que será uma das minhas decisões para 2008: ver mais essa cidade (que no meu coraçao é sempre linda!)
obrigada!
legal seu blog!

Juju

Marcelo disse...

Pai, excelentes as fotos! Lindas! Pena que a cidade cresceu e os lindos edifícios foram implodidos e deram lugar aos modernos.
Beijos,
Marcelo e Paula

Ale disse...

Pai, pena que não tenha fotos do interior da Catedral, é maravilhosa!!!!!!!
Quanto aos edifícios de estilo francês que foram demolidos não tenho nem palavras, deveria ser crime. O que acontece aqui no Brasil é que as pessoas confundem o velho com o antigo. Pura ignorância. Ainda bem que esses idiotas que fazem isso aqui não moram no velho mundo, já pensou: derruba esse tal de Coliseu que já tá meio destruído mesmo, vamos fazer um condomínio!!!!
Beijos !!!

Maria Augusta disse...

Dizem que São Paulo é uma cidade sem rosto, e é verdade. Lembro que quando era criança ia passear na Praça da Sé, tinha vários sebos e ali pertinho havia um "hospital de bonecas". Também acho que a demolição que fizeram não trouxe grandes vantagens para a cidade, no mundo inteiro as cidades crescem sem destruir tudo.
Ótima postagem, adoro ver o centro de Sampa!
Um abraço e bom domingo.

Vi Leardi disse...

Que ótima postagem...deslumbrante a vista aérea da praça da Catedral...não dá para perceber esta beleza quando se está perto...
Quanto as demolições ,quem dera tivessem conservado estes lindíssimos prédios...agora em vez constroem (especialmente nos jardins)estas criminosas cópias de um neo clássico, que nem isso são...que pena...

Vi Leardi disse...

Ah..sim um abraço e ótimo domingo...espero com alegrias "futebolisticas"...{:-}}

Daniel J Santos disse...

Grande post, o gostei de conhecer um pouco da historia do local.

espero que o amigo tenha possibilidades de apresentar umas fotos mais perto da catedral, eu adoro este tipo de arquitectura mais clássica, aliás na minha ultima visita a Barcelona, foi das coisas que mais fotografei, veja lá no meu lugar postagens mais antigas.

Sonia disse...

Ótimo post, Santilli! Gostei das informações e da foto aérea. Se vocês quizerem ver fotos da Catedral no meu blog, basta clicar em SÃO PAULO IS MY COUNTRY e também em
THE OLD CENTER OF SÃO PAULO.

Você também me deu uma idéia, tenho outras fotos de igrejas em SP e vou postá-las.

Pereira disse...

Santilli
De1960a1964 cursamos a FEI na São Joaquim, e meu caminho obrigatòriamente passava pela Sé. Todas as fotos e descrições estão perfeitas. As reminiscências afloraram e me fizeram voltar anos. Foi muito bom lembrar dos bondes-Camarão e estribo-,do ônibus Avenida 1 e 2, das voltas até o anhangabaú a pé-o dinheiro era curto-, e tantas outras facetas em uma cidade mais tranquila. Obrigado amigão

Paulo Sempre disse...

Tudo em grande!!

Silvares disse...

Realmente, destruir edificios com valor por nada... hoje seria mais dificil de acontecer, não? Seja como for, a catedral tem presença forte!

mataador disse...

Ô Paulo... "bem vinda ao MEU mundo" é forte, hein? Você não é deus não, né? Nem tá abrindo alguma seita... rsrsrsrs

Tá linkado lá também.

andre wernner disse...

Santilli,
Obrigado pelos comentários lá no blog. Continue que a casa é sua.

Belíssimas fotos e informações curiosas e que sempre destacam a grandiosidade de muitas e belas obras espalhadas por esse país rico, porém de memória curta.

Para a maioria da população, falta interesse e para os administradores públicas, sem cultura, a ordem é o desmonte, jogar no chão da incompetência... Para eles o que é antigo não tem valor. O novo, decadente e sem estilo, é arte! Durma-se com um barulho desses...

Vou esticar o papo:
Acabei de postar lá na Shirlei o comentário abaixo, sobre o ‘seu comentário’ no blog dela. Aí vai...

Shirlei
Olha aí o amigo Santilli com uma mina de ouro na mão!
Talvez, sem querer ele, com o lançamento do seu livro, conseguiu emplacar a criação do Primeiro Templo para Ateus não Praticantes do Brasil, quiçá, do mundo!!!

O templo que subiu do coração para a consciência dos iluminados, e que não se entregam a dominações e/ou dominadores religiosos. Quem sabe, ele agregue esses valores extraviados ou, melhor dizendo, desgarrados da então santa e madre igreja...

Santilli em caso da fundação do mesmo, não se esqueça que ainda tenho um tempinho e posso usá-lo como tesoureiro... Hehe
Abs sucesso e boa polêmica!

Whispers in night disse...

Ola lindo!
Voltando das minhas ferias, vim a correr te ver
Adorei as fotos, este ano vou ai ao brasil, vou a Sao Paulo.
vou voltar com mais calma para ler o resto do teu blog
ate la te deixo mil beijinhos
Rachel

São disse...

Comentando por junto:
Gostei dos informes sobre S. Paulo.
PARABÉNS pela família linda que nos apresentou.
As filhas são gémeas, não são? Acho-as muito parecidas!
Quanto ao vatapá, engordei só de olhar, sabia?
Para quando uma muqueca de peixe?...
Para si e para os seus , um 2008 maravilhoso e...com mais uma criança!
Grande abraço.

Carol disse...

Olá!
Desculpe a ausência, mas o trabalho tem fases que quase não dá para respirar!
Aquele seu poema sobre o mar, quase o outro lado da moeda do meu, está lindíssimo. Gostei muito, mas prefiro-o mais calminho!
Quanto às receitas, aguardo ansiosa. Mas parece-me que a torta de noz vai ser a primeira a ser experimentada... Gulosa que eu sou!!
Quanto a este post é espectacular. Nunca fui ao Brasil e, assim, fico a conhecer e a saber pormenores da sua história.
E fotos do interior da catedral também era interessante de ver.
Beijinhos.

quintarantino disse...

Aquele abraço...

quintarantino disse...

... qual económica, qual nada. Ademais, meu amigo, mesmo que minhas palavras se reduzissem ao "aquele abraço" seria como os espartanos.
Falar pouco para dizer muito.
Como tem passado o caríssimo amigo?
Noto que tem andado a experimentar novos visuais... proponho um em que nos surja o ilustre Chef Santilli... rapaz, você sabe de cada receita!

Carol disse...

Luís, tem toda a razão! Eu é que ando muito despassarada... Mas, vou corrigir de imediato esta minha falha! O meu e-mail é o seguinte:
c.poetisar@gmail.com
Se quiser, posso enviar umas receitas de doces e gelados muito, muito interessantes. Como já disse, adoro doces. Tanto de os fazer, como de os comer!
Beijinhos.

Brancamar disse...

Gostei de conhecer a Catedral de S. Paulo e a sua história. Pelo que nos diz aí como aqui se fazem muitos crimes arquitectónicos em nome da modernidade. Somos dois povos irmãos, nem sempre pelas melhores razões...heranças!

São disse...

Vim só desejar boa noite!
Abraço.

São disse...

Pode contar desde já com os pastéis de Belém, amigo meu!
Mas posso lhe oferecer também doces conventuais, que são uma delícia!
Beijos.

São disse...

Bem disse que nos visitaríamos muitas vezes, querido amigo!
Lutemos para que , ao menos, não nos trucidem sem trabalho!!!
Beijo.

Luci Lacey disse...

Foto bonita.

SP, tem muitos encantos.

Abracos

quintarantino disse...

Santilli, por Toutátis, não seja por isso que fiques sem saber que andi por lá a linguajar...

Eu escrevi: "Uma cigana pegou na minha mão, olhou-a e disse que as minhas decisões de novo ano deviam ser: ler mais; passar o maior tempo possível com minhas filhas gêmeas; procurar manter os cuidados indispensaveis com minha saúde e ser melhor fotógrafo para publicar fotos fantásticas".

Aquilo é tipo uma cadeia em que alguém escreve num blogue e depois diz "e agora, fulano e beltrano devem fazer o mesmo".

Deixa estar, amigo, que não te castigo assim. Eu só respondi porque a Chris é boa peça e a considero imenso. Espreita lá o site dela, podes comentar em português (desde que sejam coisas simples) pois ela fala e escreve espanhol.

Jussara Gehrke disse...

a Maria Augusta aí em cima lembrou do 'hospital das bonecas', um lugar que fui muitas vezes levar minhas 'filhas' para uma reforma, era um local mágico, me lembrei até do cheiro!
e acabei lembrando da Clipper onde ia com minha avó assistir a desfiles de moda e tomar chá!...e tinha escada rolante!

como disse sua filha, a confusão é com o velho e o antigo, mas parece que aos poucos estamos ficando mais civilizados, já não fazem mais tanta barbaridade como há um tempo, pena que desapareceram lugares tão bonitos e cheios de história.

vc viu? vim aqui dar uma espiada...rs... foi lá me chamar, né?!

beijo
Juju

São disse...

Olá, querido Luiz.
Venho dizer-lhe que, afinal, sempre vale a pena refilar , pois!
Parece que as reformas já não serâo pagas a prestações, Deus graças!
Grande abraço!

quin[tarantino] disse...

Olha, amigão, o linguajar de Shahespeare não tem nada que saber. Aposto que consegues.

Carol disse...

Ai, ai, Luís... Tanta receita boa e eu a pensar em fazer dieta... Acho que vou ter que ir mais vezes para o ginásio!!
Beijos e obrigada.

Cris disse...

Olá Luiz, um lindo post, adorei ver o centro de São Paulo de cima. Tem projeto para implodir aqueles do lado do Mercado?

Carol disse...

Bem, estamos juntos na luta contra o peso! Mas eu só preciso perder uns cinco quilitos... Mas com tanta receita saborosa a vir do outro lado do oceano, não sei não!

luma disse...

Mais um apaixonado por Sampa! Indico ler as postagens em homenagem à cidade por Lunna Guedes - http://legadoeacqua.blogspot.com/
Beijus

São disse...

Venho pôr-lhe uma oferta: quer receitas da óptima cozinha daqui?
Possso enviar algumas...
Bem haja!